• UMA POR DIA

MATTHEW MUSICK | VISCERAL LEISHMANIASIS (RJ)

Atualizado: Ago 22



Foto: Danilo Sérgio



Matthew Musick é natural de Cali, Colômbia, e atualmente vive no Rio de Janeiro. É professor de inglês, espanhol, escritor e desde 2012 é guitarrista da Visceral Leishmaniasis, banda de slam brutal death metal.


Suas principais influências musicais são o death e black metal dos anos 90, brutal, technical death metal, rock em espanhol, flamenco, música folclórica colombiana, música andina e post-metal.


Seu primeiro encontro com a música foi aos 7 anos de idade, quando seu tio, James, começou a fazer aulas de violão. Matthew costumava pegar emprestado o instrumento e os livros de estudo do seu tio. Com isso, aprendeu a tocar algumas músicas folclóricas da Colômbia.


Já na adolescência, por influência de amigos, Matthew conheceu bandas de metal como Cannibal Corpse, Deicide, Slayer e Morbid Angel. A partir daí, se apaixonou pelo som pesado e conseguiu tirar de ouvido algumas músicas no violão, já que na época ainda não existia internet. Aos 17 anos de idade, Matthew foi morar nos Estados Unidos, mesma época em que conseguiu comprar uma guitarra elétrica usada. Seu aprendizado no instrumento se deu de forma totalmente autodidata. Sua primeira experiência com banda foi em Miami - EUA, por volta dos anos 2000, como guitarrista da banda de street punk Los Greenkardz.


Sua primeira vez em um palco foi num bar em Downtown Fort Lauderdale, na Florida. Foi o primeiro show ao vivo da banda e, apesar do nervosismo, deu tudo certo no final. Matthew se encantou com a experiência de tocar ao vivo e, após a estreia nos palcos, a Los Greenkardz fez uma turnê curta de 3 dias seguidos, dirigindo uma van alugada pela Flórida, tocando em vários bares. Matthew participou também da gravação do EP Los Greenkardz e o álbum I-95.






Quando Matthew se mudou para o Brasil, antes mesmo de aprender português, procurou por outros músicos para tocar algo diferente do que já tinha feito. Formou então a Visceral Leishmaniasis, banda de slam brutal death metal.


O estilo slam sempre foi dominado por homens cis, e a temática focada em tortura de mulheres. Matthew decidiu fazer o contrário: as letras da Visceral Leishmaniasis falam sobre a revolta das mulheres diante de um mundo machista e misógino e sobre vinganças violentas e viscerais. A ideia inicial era ter uma banda com integrantes mulheres, para aumentar a representatividade feminina dentro do estilo.


Apesar da Visceral Leishmaniasis nunca ter conseguido uma formação 100% feminina e "não-cis", a banda sempre teve vocal feminino. Sua primeira vocalista foi Luanna Nascimento, que ficou na banda desde a sua formação até 2019. Foi durante uma conversa de Matthew com Luanna, após um show da banda Dying Fetus, que nasceu a Visceral Leishmaniasis.



Luanna Nascimento, Wanderson "Índio" e Matthew Musick | Foto: Facebook




Desde a sua formação a Visceral Leishmaniasis fez vários shows, especialmente na cidade do Rio de Janeiro, e gravou um CD promo que está disponível em seu canal oficial do YouTube e conta duas faixas: Corporal Punishment e Perverse Gory Intentions.





A banda entrou em um hiato em 2019, após a saída de Luanna. Em 2020, já durante a pandemia, Matthew se reuniu com a vocalista Chriscia Costa e o baterista Mário Humberto para uma collab de quarentena. A experiência acabou reunindo o trio além da collab, e consolidou a nova formação da Visceral Leishmaniasis.




Chriscia (Ira) Costa

Nova vocalista




A banda vem participando de eventos e festivais online, como o Caio Indica Fest, Motim Underground e no final de Julho participará do Festival Underground Extremo. Futuramente a banda pretende voltar ao estúdio para finalizar a gravação do primeiro álbum completo. Será um álbum temático, baseado nos contos escritos por Matthew, com uma personagem protagonista e vários capítulos, cada um deles representado em uma música. O material físico será interativo.



Enquanto o álbum não vem, você pode ter uma ideia da brutalidade que vem por aí com o vídeo da música Murdered, He Was.




Matthew também tem planos de postar periodicamente seus contos de terror no blog da banda. O primeiro deles, que deu origem à música Murdered He Was, fala sobre uma mulher que sofre com assédio no ambiente online, até que ela se cansa da situação e decide se vingar de todos os seus assediadores, assassinando cada um deles. Um trabalho que não tem fim, com cenas fortes e ricas em detalhes.


Toda história tem um começo e a letra da música "Murdered, he was" não é uma exceção. Uma mulher tenta levar uma vida normal, ter amigos, trabalhar e socializar. Ela decide usar a internet, mais especificamente as redes sociais, para interagir um pouco com as pessoas, ler algumas publicações, se informar e fazer comentários [...]


Leia mais em https://visceralleishmaniasisband.blogspot.com/p/contos.html


COLABORE!

Siga os perfis da banda Visceral Leishmaniasis nas redes sociais e acompanhe o trabalho de Matthew Musick. Curta, comente, compartilhe, se inscreva no canal do Youtube. Vamos nessa?



Bandcamp

Visceral Leishmaniasis



Instagram

@visceral.leishmaniasis


Facebook

Visceral Leishmaniasis (Brasil)


Canal YouTube

Visceral Leishmaniasis (Brasil)



107 visualizações

Posts recentes

Ver tudo