• UMA POR DIA

ALESSANDRA CASTRO - THE KNICKERS | ANKERKERIA (CE)



Foto: Rebeca Cunha



Alessandra Castro é natural de Fortaleza - Ceará. Desde 2010 é baixista da banda de hard rock / heavy metal The Knickers e desde 2016 é baixista da banda de death metal Ankerkeria.


Além de artista, Alessandra é formada em Ciências Contábeis e cursa pós-graduação em Controladoria e Finanças.


Sempre foi fascinada por música e por volta dos 15 anos quis iniciar uma banda junto com sua melhor amiga na época, Ellen Sousa. Porém, havia um detalhe importante: elas não sabiam tocar nenhum instrumento. Rubens Castro, irmão de Alessandra e guitarrista, foi um facilitador nesse sentido. Vendo o interesse de sua irmã por música apresentou a ela a música instrumental e também foi o responsável por apresentar à Alessandra os primeiros acordes no violão.




Alessandra tinha interesse por baixo elétrico e pelo som mais grave, que despertava nela a curiosidade sobre a forma como o baixo funciona dentro da música. Começou no violão, porque sempre ouviu que para tocar tocar é necessário tocar violão primeiro.


Estudou violão erudito no Teatro Dorian Sampaio em Maracanaú - CE, onde pode aprender teoria musical com o professor Adriano Caçula (violonista). Estudou durante um período em Fortaleza, no Conservatório Alberto Nepomuceno no curso FORMA - Formação Musical de Adultos, onde teve aulas teóricas e práticas de baixo elétrico com o professor Iran Laurindo (baixista), aulas de percepção musical (Marta Carvalho) e coral.


Hoje é aluna da Comunidade Albuquerque de Improvisação, dirigida pelo baixista Robson Albuquerque. Alessandra faz aulas de harmonia funcional e técnicas para uma maior independência e domínio do instrumento.


É influenciada por artistas de estilos diversos, desde clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath, passando por bandas mais modernas como o Tesseract e Jinjer a artistas de pop e r&b como Mariah Carey e Ariana Grande.


Sua primeira experiência com banda foi aos 17, quando surgiu a oportunidade de tocar baixo na banda da escola. Em 2006 fez parte da banda de Decomposed Corpse, onde ficou durante 1 ano. Alessandra tocava com um baixo emprestado da banda de forró onde seu irmão era guitarrista. Só pode comprar seu primeiro baixo aos 21 anos.


Desde 2010, Alessandra é baixista da banda The Knickers.




Formada em 2007, The Knickers surgiu com a proposta de fazer um som pesado que circulasse bem e verdadeiramente entre o Hard Rock e o Heavy Metal Clássico. A escolha do nome surgiu de um desejo de um nickname para lingeries. A banda é formada apenas por mulheres e traz em suas letras reflexões pessoais, críticas sociais e temas como empoderamento feminino.


Desde a sua fundação, a banda passou por algumas mudanças de formação e atualmente é: Crislainy Silva (bateria), Aline Madelon (voz) e Alessandra de Castro (baixo)


Fotos: reprodução | Facebook



A The Knickers surgiu com a proposta de fazer um som pesado que circulasse bem e verdadeiramente entre o Hard Rock e o Heavy Metal Clássico. Em 2009 gravaram o primeiro EP, intitulado Motherfucker, que foi lançado no ano seguinte no Forcaos, um dos maiores festivais de rock de Fortaleza. Em 2017 a banda lançou o EP Figth For The Life, que retrata principalmente a luta contra a violência masculina e atualmente a banda está trabalhando na produção do seu primeiro full álbum, com lançamento previsto pra 2022.



DISCOGRAFIA THE KNICKERS

Mothefucker | EP (2009) Fight For The Life | EP (2017)



Em janeiro de 2018 a banda lançou em seu canal do Youtube o videoclipe da música Rock And Roll, quinta faixa do EP Fight for The Life.



Entre os shows de destaque na trajetória da banda podemos citar: abertura da banda sueca Crucified Barbara em Brasília, Festival ForCaos 2013, Festival Maloca Dragão, Festival Garage Sounds 2017, abertura do show da banda Accept em 2018, Festival Ponto.CE, dividindo o palco com Jack The Joker e Sepultura.


Em 2022 a The Knickers fará a abertura do show de Doro Pesch em Fortaleza.






Desde 2016 Alessandra também é baixista da banda de death metal Ankerkeria. A banda foi formada em 2013 na cidade de Fortaleza, pela vocalista Joice Lopes e pelo ex baterista Deivede Souza e tem influências de bandas como Behemoth, Cannibal Corpse, Morbid Angel, Bloodbath, Blood Red Throne, Immortal, Vader, Rebaelliun, Facada, entre outras.





A Ankerkeria é Marcelo Louco (guitarra), Vicente Ferreira (bateria), Joice Lopes (vocal), Felipe Facó (guitarra) e Alessandra Castro (baixo)


Fotos: Reprodução | Facebook




Ankerkeria significa "atrocidade" em basco. A ideia do nome surgiu quando Joice ouviu a palavra enquanto assistia a um noticiário sobre atentados violentos e julgou ser um nome que se encaixava na proposta do projeto.


A banda já se apresentou em grandes festivais na cidade de Fortaleza, como Garage Sounds, ForCaos (2017), Maloca Dragão, ForCaos - edição de 20 Anos (2019). É integrante da ACR - Associação Cultural Cearense do Rock, uma entidade civil sem fins lucrativos fundada em agosto de 1998 e idealizada por jovens integrantes de bandas locais, com o objetivo de promover o rock enquanto um elemento de música, comportamento e transformação. A Associação é responsável pela realização do Festival ForCaos.


Após lançar os elogiados singles Bath Metra e Feeding Fools, a Ankerkeria lançou em fevereiro de 2021 o seu primeiro álbum completo, intitulado Matriarch. O álbum foi lançado de forma independente, conta com 10 faixas e gravado parcialmente em homestudio (guitarra e baixo). A gravação das vozes foi feita no VTM Studio e a bateria no estudio Fader, ambos em Fortaleza. Foi produzido por Felipe Facó, guitarrista da banda, e mixado por Adair Daufembach.



Fotos: Reprodução | Instagram



A principal base conceitual do álbum Matriarch é é a mitologia de Lilith. A ideia é fruto do fascínio por personagens históricos, literários e mitológicos que promovem a inversão do papel de submissão da mulher nos elementos culturais que consumimos, como filmes de terror e capas de álbum de música extrema.



DISCOGRAFIA ANKERKERIA

Bath Metra | Single (2020)

Feeding Fools | Single (2021)

Matriarch | Álbum (2021)



Notei o quanto a mulher é rebaixada e menosprezada tanto pela religião quanto pela cultura popular em geral, transformando as nossas músicas e audiovisual em um ponto de contra cultura, empoderamento e de repúdio a toda instituição que contribui para manter as mulheres oprimidas e sob controle de uma sociedade retrógrada e moralista

Joice Lopes, fundadora da banda Ankerkeria

em entrevista à Rádio Universitária FM


Abaixo você pode conferir no canal da banda o videoclipe da música Baph Metra, faixa de abertura do álbum Matriarch. Para assistir é preciso estar logado e confirmar ser maior de 18 anos.




Em agosto de 2021, Alessandra participou da terceira edição do SHE, projeto exclusivo do Roadie Crew - Online Festival. A ideia da She é promover e estimular a produção criativa feminina na cena de heavy metal do Brasil, e em seu terceiro line-up formada pela vocalista Alinne Madelon (The Knickers), a guitarrista Yasmin Amaral (Eskröta), a baterista Juliana Novo (Crucifixion BR) e a baixista Alessandra Castro (AnkerkeriA), fizeram uma versão de "Monster" da banda L7.






De 2017 a 2019, Alessandra fez parte do time de músicos apoiados pela marca de instrumentos Ibanez e Hartke. eM 2021, foi convidada para compor o do time de baixistas da maior página de baixo elétrico do mundo, a Bass Player United. Recentemente participou de uma collab a convite do guitarrista Diego Linhares, com Mylena Mônaco nos vocais, Diego na guitarra e o baterista Thiago Nogueira, com a música autoral Upgrade.



Alessandra é amante da maquiagem profissional, já maquiou profissionalmente e ministrou cursos de automaquiagem. No seu tempo livre, gosto de séries que têm a maquiagem/arte como relevância, como por exemplo: RuPauls Drag Race e Skin Wars, de pintura corporal.





Para finalizar, segue o vídeo do Playthrough de baixo na música Baph Metra (Ankerkeria), e em seguida o vídeo da participação de Alessandra no Female Power do canal Heavy Talk, falando sobre sua carreira e suas influências femininas no baixo. Dá o play pra conferir!





COLABORE! Siga os perfis da Alessandra de Castro e das bandas The Knickers e Ankerkeria nas redes sociais. Se inscreva no canal do Youtube, curta, comente, compartilhe, recomende! Vamos nessa?


Instagram Alessandra Castro

The Knickers

Ankerkeria


Facebook

The Knickers

Ankerkeria


Youtube

The Knickers

Ankerkeria


Spotify

The Knickers

Ankerkeria


Ouça o álbum Matriarch no Spotify


87 visualizações

Posts recentes

Ver tudo